5 dicas para conservar suas joias

Peças lindas, que combinam com diferentes looks e podem ser usadas em qualquer estação. As joias são consideradas ótimas aliadas para incrementar o visual. Mas para elas parecerem novas é essencial que você tenha alguns cuidados no processo de conservação. No post de hoje vamos abordar algumas dicas que vão ajudar você neste desafio. Confira!

1-      Evite o contato com cremes, óleos bronzeadores e produtos químicos

Quer pegar uma cor ou curtir um banho de piscina no verão? Não esqueça que o protetor solar, bronzeador e o cloro podem ser grandes vilões para a conservação de suas joias. Por isso, se você deseja aproveitar a praia ou a piscina, opte por retirar suas peças. As joias folheadas, por exemplo, são mais delicadas, e após contato frequente com produtos como esses, podem acabar danificadas. O álcool, encontrado em perfumes e produtos de higiene e limpeza, também pode comprometer as peças. Portanto, se você deseja conservar suas joias, deixe-as longe desses produtos.

2-      Mantenha suas joias secas

Se você se exercitou e transpirou muito, ou ainda, tomou banho com as peças, enxugue-as assim que puder. O contato direto com o suor, por exemplo, potencializa a oxidação e compromete a conservação delas. Por isso, se você for praticar esportes ou dar um mergulho, deixe sua joia em casa. Importante salientar que o problema não é molhar as peças, mas mantê-las molhadas. Dessa forma, é possível conservar suas joias por muito mais tempo.

3-      Guarde as peças em um local seguro e limpo

Joias são delicadas e devem ser guardadas com cuidado, para que não sejam danificadas. Portanto, reserve um espaço especial para guardar as peças. Uma dica é separá-las em saquinhos ou pequenas caixas, para que não quebrem (no caso de pedrarias) ou enrolem e arrebentem (no caso das pulseiras e colares). Evite também deixá-las em locais úmidos, para que não oxidem. Um local adequado é fundamental para conservar suas joias.

4-      Limpe as peças, sempre que necessário

É inevitável. A oleosidade da pele, o suor das mãos e o atrito acabam arranhando ou sujando – mesmo que pouco – as joias. Para não comprometer a aparência das peças, é essencial que você esteja atento e faça a limpeza delas, sempre que necessário. Use flanelas ou produtos específicos. Mas não se preocupe, pois essa limpeza não costuma ser complexa ou demorada.

5- Tome cuidado ao manuseá-las

Muitas joias são delicadas e devem ser manuseadas com cuidado. Ao colocar um colar, por exemplo, fique atento para não prender o seu fecho em roupas, echarpes ou no próprio cabelo. Dessa forma, elas podem arrebentar. Já as peças com pedraria podem arranhar ou ainda, quebrar. Por isso, observe as características das joias e considere esses pequenos cuidados, que podem fazer grande diferença.

Posso misturar joias em ouro, prata e rosé?

Até pouco tempo, se você estivesse usando um anel de prata, com certeza não usaria uma corrente ou um relógio dourado, pois existia uma regrinha em que a palavra chave era “combinar” e o mix de cores das peças deveriam ter o seu uso controlado.

Hoje a moda está muito mais flexível em relação à mistura das cores dos metais, é só dar uma olhada nos Instagrams de moda ou nas fotos do Pinterest, para perceber que essa regra caiu por terra – a misturinha está na moda!

Mas e agora? Como faço para misturar as joias em prata, ouro e rosé?

O segredo é manter o equilíbrio entre os elementos.

  • Primeiro item da lista, sem exageros!

Não dá para usar cores diferentes de joias com o mesmo peso, é preciso escolher um tom como o principal e inserir os outros de forma sutil. Por exemplo, se a sua peça principal é um anel rosé, você pode usar uma corrente em prata mais discreta, ou anéis dourados delicados.

joias-em-prata-ouro-e-rose_sem-exageros
Anéis Marina Zardo

 

  • De olho no acabamento!

Evite usar textura e brilhos muito diferentes, se você escolher uma peça principal de acabamento polido, tente harmonizar com outras peças com o mesmo tipo de acabamento.

joias-em-prata-ouro-e-rose_acabamento
Pulseiras em prata folheadas a ouro 18k, ouro rosé e ródio.

 

  • Molinha ou durinha?

Se a sua peça principal for uma corrente maleável, você pode optar por outras peças molinhas. Assim como se a sua escolha for por uma pulseira estruturada, você pode combinar com peças que também se destacam pela estrutura.

joias-em-prata-ouro-e-rose_estrutura2
Garrafa Sonho  /  Escapulário Paris

 

 

  • Nem tudo é moda.

joias-em-prata-ouro-e-rose_nem-tudo-e-moda

Mais do que seguir tendências é importante seguir o seu estilo, uma joia deve estar em harmonia com a sua personalidade. Você é livre para fazer suas combinações, afinal, para estar bonita é preciso sentir-se bem.